Centro de Gravidade e Articulação Temporomandibular

Centro de Gravidade e Articulação Temporomandibular

 

Protrusão/Retrusão da ATM e Centro de Massa

Kathy Dooley 

 

Em um recente grupo de estudo de NKT (N.T: Técnica de avaliação e correção de disfunções neuromusculares criada pelo americano David Weinstock a partir de várias outras técnicas), nós discutimos como a retrusão e a protrusão da mandíbula pode afetar os sistemas intrínseco e extrínseco do núcleo. Criando compensações globais na cadeia cinética.

Intrinsic-Stabilization-Subsystem

(N.T: Núcleo, tradução da palavra “core”. O Núcleo intrínseco diz respeito aos músculos mais internos dessa região central do corpo: Diafragma, assoalho pélvico, ou diafragma pélvico em uma nomenclatura mais recente, multífidos e músculos segmentais das vértebras, transverso do abdome. O Núcleo extrínseco se refere aos músculos mais superficiais: Reto do abdome, oblíquos interno e externo do abdome, extensores lombares).

 

 

 

 

Os músculos pterigóideos medial e lateral são os principais da protrusão da articulação temporomandibular (ATM). A parte superficial do músculo masseter age como um sinergista secundário desta ação.

IMG_5173
IMG_5168 

Protrusão = Pterigóideos

(Lembre-se dos 2 P’s. Os 2 P’s andam juntos!)

Protrusão = deslocamento anterior da ATM.

 

Isso causa um deslocamento ANTERIOR do centro de massa, fazendo uma regulação descendente da cadeia posterior do núcleo (N.T: Regulação descendente, tradução livre do termo em inglês “down regulation”. O que em outras palavras quer dizer que o cérebro cria inibição na cadeia posterior do núcleo, a parte de trás do “core” em outras palavras).

 

IMG_5172

O músculo temporal é o principal responsável pela retrusão, ou em outras palavras, puxar a ATM posteriormente à sua posição anatômica. A parte profunda do masseter age como um sinergista secundário nesta ação.

IMG_5171-0

 

 

 

 

 

Retrusão = Temporal

Retrusão = deslocamento posterior da ATM.

 

 

 

Isso causa um deslocamento POSTERIOR do centro de massa, fazendo uma regulação descendente da cadeia anterior do núcleo (N.T: O que em outras palavras quer dizer que o cérebro cria inibição na cadeia anterior do núcleo, a parte da frente do “core” em outras palavras).
Em virtude da articulação temporomandibular (ATM) ter a maior quantidade de receptores proprioceptivos de todas as articulações do corpo humano, ela tem a capacidade de influenciar o deslocamento de massa do corpo, ou seja, onde for a ATM, o corpo vai junto. Se o corpo percebe uma falha no controle motor, ele pode usar a ATM para compensar, uma vez que os músculos e a cápsula articular da ATM são inervados pela parte medial da ponte (a divisão mandibular do nervo trigêmeo).

Lembre-se:

Ambos, a Ponte e o Cerebelo fazem parte do metaencéfalo no desenvolvimento embrionário, então um compensa quando o outro perde o controle motor.
Quando a ATM desloca, o centro de massa também o faz. Isto irá produzir uma regulação descendente no recrutamento muscular no lado oposto do núcleo no plano sagital.
(N.T: Ou seja, dependendo do movimento da ATM haverá inibição da parte anterior ou posterior do núcleo. Isso porque o texto trata de protrusão e retrusão, se houver deslocamento lateral da ATM as compensações na cadeia cinética serão diferentes).

 

Protrusão da ATM

Estruturas que comumente sofrem regulação descendente (inibição):fig.2
1 – Núcleo intrínseco – cadeia posterior:
  • Multífidos.
  • Oblíquo interno do abdome.
  • Eretor da coluna lombar.
  • Parte posterior do assoalho pélvico.

 

 

 

 

 

 

 

 

2 – Núcleo extrínseco – cadeia posterior:fig.1
  • Latíssimo do dorso.
  • Glúteo máximo.
  • Quadrado lombar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Retrusão da ATM

Estruturas que comumente sofrem regulação descendente (inibição):fig.3

1 – Núcleo intrínseco – cadeia anterior:
  • Transverso do abdome
    (Dica: Temporal e Transverso começam com T. Em virtude de o Temporal ser o grande causador da retrusão e o Transverso um dos afetados).

     

  • Parte anterior do assoalho pélvico.

 

 

 

 

 

 

2 – Núcleo extrínseco – cadeia anterior:fig.4
  • Flexores profundos do pescoço.
    (Longo da cabeça e longo do pescoço)

     

  • Oblíquos do abdome.
  • Reto do abdome.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compensadores secundários que podem estar mascarados pela protrusão/retrusão da ATM:

(N.T: Músculos que sofrem regulação ascendente, ou seja, tornam-se facilitados. Ou numa outra terminologia, tornam-se hiperativos/tensos em demasia).
  1. Para protrusão: recrutamento da cadeia muscular posterior, partes superior e inferior.
    – Procure por tensão/hiperatividade nos: Flexores dos dedos dos pés, tibial posterior, sóleo, gastrocnêmio, isquiotibiais, trapézio superior, elevador da escápula.
(N.T: Em caso de protrusão – mandíbula para frente, há um deslocamento anterior do centro de gravidade decorrente disso. Nesse caso, haverá uma inibição da parte de trás de vários músculos do núcleo, tanto músculos intrínsecos/mais profundos, como extrínsecos/mais superficiais. Nesse cenário outros músculos localizados na parte de trás do corpo tornam-se hiperativos, como um mecanismo de freio para esse deslocamento anterior do centro de gravidade).
  1. Para retrusão: recrutamento da cadeia muscular anterior, partes superior e inferior.
    – Procure por tensão/hiperatividade nos: Dorsiflexores do tornozelo, fibulares, quadríceps, escalenos.
(N.T: Em caso de retrusão – mandíbula para trás, há um deslocamento posterior do centro de gravidade decorrente disso. Nesse caso, haverá uma inibição da parte da frente de vários músculos do núcleo, tanto músculos intrínsecos/mais profundos, como extrínsecos/mais superficiais. Nesse cenário outros músculos localizados na parte da frente do corpo tornam-se hiperativos, como um mecanismo de freio para esse deslocamento posterior do centro de gravidade).
Exemplo: Se o indivíduo está sempre alongando os gastrocnêmios pensando que ele é o responsável pela inibição dos glúteos máximos (N.T: Gastrocnêmio hiperativo – glúteo máximo hipoativo, uma relação de compensação bem comum). Esta pode ser uma compensação secundária ocasionada por uma compensação oculta da ATM no plano sagital.
Pode ser que os pterigóideos estejam deslocando a ATM anteriormente, modificando a percepção do centro de massa (N.T: Puxando-o para frente) e causando uma regulação descendente (N.T: Inibição) do recrutamento muscular do glúteo máximo.
Por favor, considere a protrusão/retrusão mandibular se o controle do núcleo no plano sagital (N.T: Anterior/Posterior) se tornar um problema.
Também; Coloque a língua no céu da boca (N.T: Assunto do próximo artigo) e não cerre a mandíbula quando for realizar alguma ação envolvendo o núcleo (N.T: Assunto do artigo anterior), especialmente envolvendo cargas pesadas.
Saiba como a mandíbula está posicionada, faça uma avaliação, faça as correções necessárias.
Como sempre, é com você.

Link do artigo original em inglês:
Jaw Protrusion/Retrusion and Center of Mass.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *